Azulejo Capa Barril de Pólvora

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD/LP.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição em acrílico transparente.

HISTÓRICO

Barril de Pólvora foi formada em meados de 2005, em Belo Horizonte – MG. Com Flávio Drager no Vocal, Emerson Martins na Guitarra, Saulo Santos no Baixo e Alexis Bomfim na Bateria, apresentam um som pesado e contagiante com a intensão de manter a chama do Metal Brasileiro acesa.
Em março de 2018 lançam seu primeiro CD independente: “Barril de Pólvora”. O álbum foi produzido por Rodrigo Garcia, gravado por Carlos Ziviani e Mateus Mendes, mixado e masterizado por André Cabelo. As músicas são cantadas em português contendo temas atuais com sátiras, críticas e metáforas, mantendo a mesma influência e pegada das pérolas do Rock, Blues e Metal.

Emerson Martins
Flávio Drager
Alexis Bonfim
Saulo Santos

VIDEO

O Som do Trovão

O fim se aproxima, chorar não resolverá
Não tente esconder pois as chamas abraçarão
Perdido no tempo implorando explicação
Futuro incerto e sem solução!

Barril de Pólvora (2018)

DISCOGRAFIA

LOJA

SHOWS

Anunciaremos todos os shows nesse espaço. Fique ligado!

HISTÓRICO

A banda Cracked Skull nasceu do encontro de três amigos, em Abril de 2014, na cidade de Itaúna/MG. Naquela ocasião, o baterista Marco Túlio Costantin e o guitarrista Tarciso Guimarães ensaiavam por conta própria, quando em um predestinado encontro, o vocalista e baixista Clênio de Souza Faria foi convidado a participar de um ensaio. Nascia a banda itaunense que mais quebra cabeças por aí.

Após muitos ensaios, o primeiro show da banda veio a acontecer no evento Rise Up Rock n’ Roll, em Itaúna, Minas Gerais. Desde então a banda tocou em eventos por todo interior do estado e também na região metropolitana de Belo Horizonte, estabelecendo boas bases entres seus fãs e novas e antigas bandas do cenário do death thrash metal.

Declaradamente alinhada aos preceitos progressistas e à defesa dos Direitos Humanos, combate à Exploração do Trabalho, pela direito à vida com dignidade, pelo direito à Sobernia dos Povos e sempre contra o imperialismo, o Cracked Skull jamais se eximiu da responsabilidade de trazer a crítica e a contestação rebelde às suas composições.

E todo este trabalho foi coroado, no aniversário de três anos da banda, com o lançamento de Social Disruption, um álbum com repertório poderoso, tanto no som quanto na profundidade dos temas abordados. Com arte e conceito do designer Matheus Pinheiro, o primeiro trabalho de Cracked Skull é uma joia a ser preservada.

VIDEO

Fascism

Rage against the rise of the walls
Rage against the dark serpent
Rage against the fascist march

Fascism – Social Disruption (2017)

DISCOGRAFIA

LOJA

SHOWS

Adesivos Logo Concreto

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Concreto.
Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Azulejo Capa Concreto – Lama

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Concreto IsCool

R$30,00

Edição IsCool do Concreto

„Raízes que cegaram seus olhos
Que marcaram-no a ferro
Derramaram-lhe o sangue

E fizeram-no morrer
A cada dia a cada século
A cada luta“

Azulejo Capa Concreto – Bruto

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Caneca IsCool Concreto

R$29,90

Caneca de cerâmica com design da série IsCool do Karai
Aproveite para pegar a camisa da série IsCool do Concreto

OBS: Não há em lugar algum a regra de que não se pode tomar cachaça, cerveja, vodka ou whisky em canecas de cerâmica. Essa caneca é tão cool que aceita qualquer bebida.

Caneca IsCool Sextrash

R$29,90

Caneca de cerâmica com design da série IsCool do Karai
Aproveite para pegar a camisa da série IsCool do Sextrash

OBS: Não há em lugar algum a regra de que não se pode tomar cachaça, cerveja, vodka ou whisky em canecas de cerâmica. Aprovamos para qualquer bebida.
Se quiser pode até levar a caneca para o Alcoholic Mosh!

Abridor de Garrafas Sextrash

R$15,00

Abridor de breja tipo tampa com imã de geladeira. Oficial do Sextrash.
Resistente para ser capaz de produzir vários Alcoholic Moshes ao longo dos anos.

Material: plástico resistente, metal e ímã
Cor: Branco
7,5cm de diâmetro

Azulejo Capa Sextrash – Rape from Hell

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Azulejo Capa Sexual Carnage

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Adesivos Logo Sextrash

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Sextrash.
Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Azulejo Capa Sextrash – Funeral Serenade

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Abridor de Garrafas Sextrash

R$15,00

Abridor de breja tipo tampa com imã de geladeira. Oficial do Sextrash.
Resistente para ser capaz de produzir vários Alcoholic Moshes ao longo dos anos.

Material: plástico resistente, metal e ímã
Cor: Branco
7,5cm de diâmetro

Azulejo Capa . ex machina . Eighteen Years Dying

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seu CD.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Adesivos Logo . ex machina . A

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do . ex machina .

Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Cerveja . ex machina .

R$20,00

Cerva artesanal, não mechanizada! Harmoniza bem com tudo.

Cerveja artesanal, sem conservantes, 100% malte.

Disponível apenas para buscar em Belo Horizonte porque necessita ser mantida resfriada.


Atenção: consumir em até 3 meses

Adesivos Logo B . ex machina .

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do . ex machina .

Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

.ex machina. – Perverted

R$5,00

Demo brutal do .ex machina. com as faixas:

01. Disturbed
02. Pigs
03. Povo perdido
04. You never know
e mais 4 faixas bônus de 2003

Ítem especial com encarte em jornal, da parte mais usada dos diários.

[dokan-dashboard]

[dokan-stores]

[dokan-my-orders]

[wcmp_vendor]

[vendor_registration]

Azulejo Capa Sepulchral Voice

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Adesivos Logo Sepulchral Voice

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Sepulchral Voice.
Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Caneca IsCool Sepulchral Voice

R$29,90

Caneca de cerâmica com design da série IsCool do Karai
Aproveite para pegar a camisa da série IsCool do Sepulchral Voice

OBS: Não há em lugar algum a regra de que não se pode tomar cachaça, cerveja, vodka ou whisky em canecas de cerâmica. Essa caneca é tão cool que aceita qualquer bebida.

Cerveja Sepulchral Voice

R$18,00

Cerva que faz escutar vozes cavernosas! Beba sem moderação!

Cerveja artesanal, sem conservantes, 100% malte.

Disponível apenas para buscar em Belo Horizonte porque necessita ser mantida resfriada.


Atenção: consumir em até 3 meses

HISTÓRIA

BAGA teve seu inicio no final de 2008 com um bando de malucos querendo somente botar para fora, uma boa parte dos sentimentos que nos atormenta, através de „riffs“ elaborados sobre a suavidade e a distorção, no peso das cordas baixas, batidas velozes, arrastadas e quebradas, mesclando entre ódio e o lamento, gritos e guturais, dissipando se como fumaça, embaçando nossos olhos e elevando nossa mente, . Pois assim é a única forma de expressarmos nossa insatisfação quanto a sociedade em que vivemos, com suas injustiças e outros diversos atos maléficos da raça humana. GRIND IS PROTEST!

VIDEO

Vagando em um mundo perfeito

Enforcando minorias
Envenenando recursos
Impondo suas regras
Sua ganância não para
Seus golpes não acabam
Por nunca se contentar.

Pesadelo Contínuo – 4 Ways to Grind (2016)

DISCOGRAFIA

LOJA

Em breve! Preparando as prateleiras!

SHOWS

Show de comemoração de aniversário do Baga!!

.ex machina. – Perverted

R$5,00

Demo brutal do .ex machina. com as faixas:

01. Disturbed
02. Pigs
03. Povo perdido
04. You never know
e mais 4 faixas bônus de 2003

Ítem especial com encarte em jornal, da parte mais usada dos diários.

CD Dirty Grave – Evil Desire

R$20,00
Bewertet mit 5.00 von 5

Primeiro full-length para celebrar a música arrastada e o ocultismo com fortes influências de Black Sabbath.
A arte gráfica é um espetáculo a parte… Confira!
Apoie o Metal Nacional!

Lançamento conjunto da Totem Records e mais 7 selos!

CD Paradise in Flames – Homo Morbus Est

R$20,00

CD Paradise in Flames – 2006 (Duplo)

„…um Black Metal mórbido na veia da escola grega, ou seja, focado mais na climática soturna e densa do que na velocidade, embora existam momentos mais agressivos e ríspidos.“ – Whiplash

 

Chakal – Destroy! Destroy! Destroy!

R$25,00

Poderoso full length album do Chakal lançado em 2013, com Korg nos vocais, Mr. Mark e AndrEvil nas guitarras, Wiz na bateria e Cassio Corsino no baixo.

  1. Exorcise-me
  2. Killing Van Helsing
  3. Headshooting For Dummies
  4. Destroy! Destroy! Destroy!
  5. Nyctophilia
  6. God of Gore
  7. Anúbis, The Lord of Necropolis
  8. Equinox
  9. Possessed Landscape

 

HISTÓRICO > 2017 D.C.

. ex machina . (da dramaturgia grega) > algo ou alguém que surge de súbito > inesperadamente > causando grande impacto e espanto > alterando a estória após sua aparição

 

. ex machina . > banda metal hardcore formada em novembro > 1998 > em Belo Horizonte > Minas Gerais > Brasil > por léo turchi (bateria) > t. tufik (guitarra e vocal) > leönidas (baixo e vocal) > com a proposta de fazer um som pesado > denso e agressivo >>> com diversas influências do metal e do hardcore

 

em agosto de 1999 lançam sua demotape >>> BEYOND AGGRESSION >>> gravada em 8 canais analógicos >>> Gennesis Studio >>> Belo Horizonte >>> Minas Gerais >>> com 4 músicas próprias em inglês

 

a partir de outubro de 1999 tem realizado vários shows em B.H. e interior / M.G. >>>> dividindo o palco com bandas como Whitch Hammer, Drowned, Havok, Ratos De Porão, Cauldron, Metalmorphose, Imperious Malevolence, Anthares, Nervo Chaos, Salário Mínimo, Certo Porcos!, Pathologic Noise, Rebaelliun, Bulldogs, Atack Epiléptico, Caos 64 dentre muitas outras do underground nacional e internacional >>> tocando músicas próprias e covers de bandas como >>>> Sepultura / Hellhammer / Obituary / Kreator / Sacred Reich / Nailbomb / Sick Of It All / Minor Threat

 

durante um breve período entre o final de 1999 e início de 2000 o guitarrista márcio toca com a banda

 

em janeiro de 2000 gravam participação no longa-metragem mineiro SAMBA CANÇÃO, de Rafael Conde, tocando a música própria new song (for the demented) – – – em junho de 2001 participam como uma das doze bandas selecionadas a participar do festival Divino Rock >>>> Divinópolis/M.G. >>>> durante a Festa Nacional da Cerveja

 

em julho de 2001 o guitarrista wilson se junta à banda

 

em março de 2002 participam como uma das 20 bandas selecionadas a participar das eliminatórias de festival Camping & Rock >>>> B.H./M.G.

no início das gravações da segunda demo >>> agosto de 2002 >>> o guitarrista/vocalista t. tufik deixa a banda por motivos pessoais, fazendo com que o baixista/vocalista leönidas assuma todos os vocais

 

entre agosto de 2002 e maio de 2003 gravam / mixam / masterizam sua democd >>> PERVERTED >>> em sistema digital multipista >>> Labirinto Studio / WZ Studio >>> B.H./M.G. >>> apresentando 4 novas composições próprias >>> uma em português

 

em maio de 2003 participam novamente como uma das doze bandas selecionadas a participar do festival Divino Rock >>>> Divinópolis/M.G. >>>> durante a Festa Nacional da Cerveja – – – em 30 de outubro de 2004 vencem a etapa final do festival Vitrola 2 >>>> B.H./M.G. – – – em novembro de 2004 ficam em 3º lugar na etapa final do festival Afonso Pena Rock >>>> B.H./M.G.

 

em março de 2005 o guitarrista carl >>> que já tinha tocado com a banda por um breve período em 2000 >>> junta-se à banda

 

em outubro de 2005 o baterista léo turchi deixa a banda por motivos pessoais

 

em janeiro de 2007 gravam / mixam / masterizam A SHOT IN YOUR FAITH! >>> em sistema digital multipista >>> HRachid Studio / Rafael Xavyer Bedroom Studio >>> Pitangui/MG >>> com 7 novas composições próprias >>> que, assim como as demais músicas do grupo, abordam temas diversos como >>>>>>> hipocrisia > violência > dependência > opressão > ignorância > política > drogas > cotidiano > religião > comportamento > sociedade > relações sociais e afetivas > discriminação > fé > existencialismo

 

por motivos pessoais o guitarrista carl não participa das gravações de A SHOT IN YOUR FAITH! >>> sendo a bateria gravada por Hélio Rachid >>> baterista contratado

 

A SHOT IN YOUR FAITH! é remixado em janeiro de 2009 por Rafael Xavier e leônidas

 

em janeiro de 2009 o baterista alexandre junta-se à banda >>> sendo substituído em janeiro de 2010 por willians, que deixa a banda no final desse mesmo ano

 

em julho de 2010 o guitarrista wilson deixa a banda por motivos pessoais

 

A SHOT IN YOUR FAITH! é lançado no final de 2010 >>> formato splitcd com a banda Severa >>> via 53 HC Records

 

em novembro de 2010 o baterista gentil junta-se à banda >>> começa o processo de composições de novas músicas

 

em maio de 2011 o guitarrista karl deixa a banda por motivos pessoais >>> sendo substituído por Igor

 

em dezembro de 2011 gentil é substituído por thiago

 

após vários shows com a nova formação iniciam-se em 2013 as gravações de seu primeiro full length

 

em maio de 2016 o guitarrista igor deixa a banda por motivos pessoais >>> sendo substituído por Wilson que, também por motivos pessoais, deixa a banda em agosto de 2017 >>> sendo substituído por Igor, que retorna às guitarras da .ex machina.

 

em junho de 2016 é lançado de forma independente o cd “eighteen years dying” >>> em comemoração aos 18 anos da banda >>> com as ilustres participações de Rodrigo Magalhães (Holocausto/Certo Porcos?/Bode Preto), Ricardo Neves (Mutilator), Tom Leandro (Sarcasmo) e Sasha Garcia



		

VIDEO

Caos

RESPEITO VEM DE RESPEITO

DEDO NO OLHO E TAPA NA CARA

CHUTE NO SACO E DEDO NO CU

NÃO VALEM

Pelego – Eighteen years dying (2016)

DISCOGRAFIA

LOJA

SHOWS

> . ex machina . está por aí, no interior, nas capitais. Nós avisamos!

Caneca IsCool Witchhammer

R$29,90

Caneca de cerâmica com design da série IsCool do Karai
Aproveite para pegar a camisa da série IsCool do Witchhammer

OBS: Não é caldeirão de bruxa. É caneca que até serve para tomar sopa. Mas não é caldeirão!

Cerveja Witchhammer

R$18,00

Cerva da Bruxa!

Cerveja artesanal, sem conservantes, 100% malte.
Consulte quais estilos estão disponíveis antes de comprar.
Produção limitada e variada: Red Ale, Pilsen, Stout, Weiss, Pale Ale.

Disponível apenas para buscar em Belo Horizonte porque necessita ser mantida resfriada.


Atenção: consumir em até 3 meses

Witchhammer – Iscool

R$40,00

A bruxa está solta desde 1986. A camisa em edição especial e limitada do Witchhammer celebra a existência do underground em Belo Horizonte, tantas vezes representada por essa banda clássica em todo o Brasil.

Adesivo Witchhammer

R$1,00

Witchhammer grudado nas pessoas.
Pessoas grudadas no Witchhammer.
Essa bruxa não foi feita para ficar solta.
É pra grudar! É pra grudar! É pra grudar!
Somos feitos de pessoas!

HISTÓRIA

Formado em 2011 pelo vocalista Cristiano Soares e pelo guitarrista Tiago Bizzotto, o BFK nasceu do desejo de criar e desenvolver seu próprio som, com influências do rock clássico, Stoner Rock, Doom e Metal em geral. Após a criação das primeiras composições, à banda se juntaram o guitarrista Nayan Ribeiro, o baixista Rubens Trindade e o baterista Henrique Lima. Com essa formação a banda fez várias apresentações em Belo Horizonte, além de compor as 7 músicas do álbum de estreia, “Vol. I”. Após a gravação do debut a banda foi reduzida a um quarteto, com a saída de Nayan, mas a composição de novas músicas e apresentações em BH e região continuam.

O segundo álbum, que será intitulado „Vol.II: Cracking the Shell“ já foi gravado por André Cabelo no Estúdio Engenho em Belo Horizonte e está em fase de mixagem e masterização, com o produtor musical alemão Dennis Israel, do Clintworks Mixing and Mastering em Hamburgo, Alemanha. A proposta da banda é fazer um som mais pesado e mais bem produzido que o primeiro álbum, através de uma musicalidade mais crua, direta e sombria.

LIVE VIDEO

BFK - Better (Live)

VIDEO OFICIAL

BFK - Draining my Sorrows

DISCOGRAFIA

LOJA

SHOWS

O BFK está afiado para shows pelo Brasil afora. O último show foi no dia 27 de outubro, no Stonehenge. Aguarde mais shows! Avisaremos por aqui e nas mídias sociais!

BFK – Iscool

R$40,00

BFK – Black Feather Klan, é Stoner em sua definição mais pura. Arrasto e energia nas fuças de quem assiste!
A Black Feather é pesada!

HISTÓRIA

A StomachalCorrosion teve seu início em janeiro de 1991, sendo hoje uma das mais antigas bandas extremas do Brasil, se encaixando no estilo Grind Core.

Desde seus primeiros dias vem acumulando material lançado em todos os formatos, tanto no Brasil como no exterior, além de diversas apresentações ao vivo em várias cidades espalhadas pelo país. Seus principais lançamentos são: CD Split com a banda belga Agathocles, CD Split com a também belga Jan AGx, CD 4 Way intitulado Grind Attack, seu CD cheio “Transtorno Obsceno Repulsivo” e um LP Split com a banda Disarm, de Santa Bárbara D’Oeste, onde o fundador e guitarrista da StomachalCorrosion, Charlie Curcio, toca baixo e backing vocal com a Disarm.

Os principais eventos onde se apresentaram, até o momento, foram: Roça in Roll (2006 e 2009), Desce a Laje (2008), Seletiva para Wacken Festival – Etapa Varginha/MG (2007), Virada do Metal – BH (2017). Mas, em sua história coleciona apresentações em cidades como: Caruaru-Pe, Campina Grande-Pb , João Pessoa-Pb, Areia-Pb, Natal-RN, Cambuí-MG, Pouso Alegre-MG, Varginha-MG, Poços de Caldas-MG, Muzambinho-MG, Extrema-MG, Belo Horizonte-MG, Carapicuíba-SP, São Paulo-SP, Jundiaí-SP, Bragança Paulista-SP, Indaiatuba-SP, São José dos Campos-SP, Taubaté-SP.

Durante sua existência o maior problema tem sido o mesmo de muitas bandas undergrounds: mudanças constantes em sua formação. Desde 2014 a SC se firma em Belo Horizonte, e tem em sua formação o vocalista Saulo Eustáquio, o guitarrista Charlie Curcio, o baixista Xande Hash Golen e o baterista Fred Catarino. Encontra-se em constante processo de ensaios, visando apresentações ao vivo. Além da participação em um Split cassete com a banda portuguesa Disfigured Human Mind, lançada pelo selo holandês Murder Rec., com distribuição da, também holandesa, Helld Prod. Já no início de 2017, em 22 e 26 de janeiro, realizam a gravação de um material para um possível segundo CD cheio, o título de apenas StomachalCorrosion, contando com Rodrigo F., da Holocausto no baixo. Mas, com a entrada de Hash Golem, e a instabilidade em relação a gravadora para lançar o material, o pensamento é de uma possível regravação com o atual baixista e a inclusão de mais faixas.

„Creating Bullshit
Consuming Trash
Destroying Harmony
Shit’s Factory“

Shit’s Factory – StomachalCorrosion

LOJA

SHOWS

Divinópolis - MG

HISTÓRIA

Depois de um longo período de inatividade, o Sepulchral Voice retornou à cena mineira no ano de 2015 com músicas marcadas por riffs rápidos e agressivos, bateria pesada e vocal gutural, com temas de protesto ao sistema. A banda possui 04 demos: In Storm(1988), Explored and Ignorant Visions(1988) , Uncontrolable Change(1989), Unreal World(1991). No mês de março/17 foi gravado um EP intitulado apenas como Sepulchral Voice. Com músicas na linha thrash/death old school, com influências de bandas dos anos 80 e 90. A formação atual conta com Pepê Salomão (baixo), Luiz Sepulchral (guitarra), Harley (vocal) e Lélio Gustavo (bateria).

LYRIC VIDEO

Cold War

„Coup of Sixty Four
Always Remember
Never Forget!“
Cold War – Sepulchral Voice

LOJA

Em Breve!!

Brevíssimo!!!

SHOWS

O Sepulchral Voice está se preparando para apresentação em várias cidades pelo Brasil. Aguarde!

RELÍQUIA

Azulejo Capa Chakal Man is a jackal 2 Man

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seu CD.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição.

Caneca IsCool Chakal

R$29,90

Caneca de cerâmica com design da série IsCool do Karai
Aproveite para pegar a camisa da série IsCool do Chakal

EXCLUSIVO: Com a caneca enviaremos a receita oficial da banda: o Chá Kal.

Chakal – Jason

R$35,00

Extermination

Mutilated corpses spread in everywhere
Faces covered with blood and wounds
A dagger striking without stopping
Flesh opens up and blood floods
Jason lives!
Screams echo in the vastness
His due will never be paid
His thirst will never be quenched

Jason lives-and his inhuman force shows no mercy
Jason lives-death congratulates his slave
Jason lives!!!“

Caneca IsCapa Chakal Man2Man

R$29,90

Caneca de cerâmica com a capa do CD Man is a Jackal 2 Man, do Chakal.

Entre as músicas do disco, regravação do clássico de 1989, está a faixa HANGOVER (Ressaca).
Só essa faixa já justifica tomar com essa caneca aquele café preto, sem açúcar, em uma manhã pós-birita-master.

EXCLUSIVO: Com a caneca enviaremos a receita oficial da banda: o Chá Kal.

Chakal – Destroy! Destroy! Destroy!

R$25,00

Poderoso full length album do Chakal lançado em 2013, com Korg nos vocais, Mr. Mark e AndrEvil nas guitarras, Wiz na bateria e Cassio Corsino no baixo.

  1. Exorcise-me
  2. Killing Van Helsing
  3. Headshooting For Dummies
  4. Destroy! Destroy! Destroy!
  5. Nyctophilia
  6. God of Gore
  7. Anúbis, The Lord of Necropolis
  8. Equinox
  9. Possessed Landscape

 

Chakal – The Man

R$30,00

Uma camisa para lembrar dos tempos em que o CD „The Man Is His Own Jackal“ foi lançado!

„All those moments will be lost in time, like tears in the rain…“

Chakal – Dead Walk

R$35,00

„Infesting the world
Uncontrolled despair on the streets
All of them are in panic!
The gods never lie
On the bible is written that lazzarus lives!
The dead walk!
The dead lives-they want their places
Your dead relatives want to find you!
Welcome to the dead
We’ll have a guest tonight
The newspaper are saying
The dead walk!“

Cerveja Chakal – Pilsen

R$18,00

Cerva do Coyote! Harmoniza bem com carne de aves, especialmente Papaléguas.

Cerveja artesanal, sem conservantes, 100% malte.

Disponível apenas para buscar em Belo Horizonte porque necessita ser mantida resfriada.


Atenção: consumir em até 3 meses

Adesivos Logo Chakal

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Chakal

Vasado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

HISTÓRIA

O CHAKAL foi formado no início da década de 80 na cidade de Belo Horizonte. Contemporâneo de bandas viscerais da cena mineira como o Sepultura, Sarcófago e Holocausto, o CHAKAL é da chamada primeira geração das bandas pesadas de Belo Horizonte. Sua estreia foi na aclamada coletânea Warfare Noise que o alavancou para a gravação de seu primeiro álbum, o clássico ABOMINABLE ANNO DOMINI. Esse álbum já sublinhou a banda por seu diferencial técnico e preocupação em soar rápido e pesado sem esquecer das raízes clássicas do Heavy Metal. Suas temáticas líricas nesse álbum versavam tanto em temas de filmes e livros de terror, quanto pitadas políticas, fruto da necessidade de se colocar em um novo momento político brasileiro. Nada panfletário mas claramente mostrando que as mordaças da antiga repressão política tinham sidas arrancadas. Com vocais ferozes e performances marcantes o CHAKAL percorreu a década de oitenta assegurando seu lugar na história como uma das bandas fundadora de uma cena que alçou Minas Gerais como celeiro fértil de potentes músicos no panorama do heavy metal brasileiro e mundial. No final dessa década ainda lançou em um formato compacto, fazendo analogia aos antigos disquinhos de histórias para crianças, o LIVING WITH THE PIGS, peça raríssima e cultuada por colecionadores onde já trazia um CHAKAL mais maduro tecnicamente. Essa técnica nortearia a partir dali toda a discografia da banda.

THE MAN IS HIS OWN JACKAL traz guitarras ousadas e na cena cambaleante do metal na década de noventa, o CHAKAL consegue se manter fiel à seus propósitos. Esse disco marca para sempre a capacidade técnicas das seis cordas e a preocupação de se estar atualizado sem nunca esquecer suas raízes. Com a saída do vocalista, Laranja toma as rédeas e trás um CHAKAL irônico, olhando para linguagens estéticas originais para a época como os quadrinhos e criticando ferozmente a sociedade de consumo.

A ferocidade da bateria e o preciosismo das guitarras marcam o próximo álbum DEATH IS A LONELY BUSINESS, que mesmo sofrendo por constantes variações na formação manteve o CHAKAL de pé diante do cenário do Heavy Metal que passava por profundas transformações.

Uma longa hibernação veio até que o CHAKAL, desfalcado de Mark e com novo guitarrista AndrEvil, apresentasse seu trabalho conceitual: DEADLAND. Um trilha musical para um suposto apocalipse zumbi concebido por Korg, que voltava para o bando ao lado do baterista Wiz, o único presente em todas as formações. DEADLAND, foi uma armadilha para trazer Mark de volta para o bando, que se reapresenta de forma irrepreensível no próximo álbum : DEMON KING! Clássico! Era o que mais se ouvia em relação ao álbum. Raivoso e técnico, o álbum levantava o cheiro de enxofre da primeira a ultima faixa. DEMON KING é o álbum que trazia um CHAKAL colérico. A faixa título já profetizava : “Quando o último papa do velho século morrer, começará a era do Rei Demônio.”

Performances memoráveis com bandas seminais como SLAYER, DESTRUCTION, NUCLEAR ASSAULT, SODOM e tantas outras colocavam o CHAKAL como a mais importante banda brasileira em ação e com isso incentivou a volta de várias outras bandas da cena mineira da década de oitenta e noventa .

Foram necessários nove anos para que os lobos mostrassem porque o CHAKAL ainda está por aqui. DESTROY! DESTROY!DESTROY! o sexto álbum completo, coloca a banda em um patamar diferenciado. Feito totalmente independente, o álbum traz consigo um CHAKAL por inteiro. Letras que reverenciam as principais obras e personagens do terror clássico, solos brilhantes, baterias inspiradas e um vocal maduro e com personalidade. Com um novo baixista a bordo, e desafiando o mercado dos downloads, o CHAKAL bota na mesa a forma física do CD. DESTROY! DESTROY! DESTROY! foi consumido vorazmente pelos fãs.

Após a tourne do Destroy, baixista e vocalista deixam a banda, então os lobos resolveram homenagear o velho THE MAN IS HIS OWN JACKAL, obra muito marcante e que teve pouco tempo de produção, devido aos altos custos de estúdio nos anos 90. Ao longo de dois anos, o CHAKAL refez cada pedaço, cada nota, com o cuidado que se tem para um novo membro da matilha. Feito com calma e mais sarcasmo ainda, será lançado com o nome “MAN IS A JACKAL 2 MAN”. Laranja volta ao baixo e aos vocais, e as músicas voltam com solos e bases de guitarra caprichados e bumbos incansáveis. O CHAKAL está preparado de novo para os palcos, com sede e energia no máximo, como se os anos 80 tivessem acabado de ficar pra trás.

E os fãs do CHAKAL sabem o que está por vir…

LYRIC VIDEO

Santa Claus Has Got Skin Cancer (2017)

„Crystal Lake now is his crypt
Crystal Lake now is his domain

Jason lives!“

  • 1987 – Jason Lives – Abominable Anno Domini

DISCOGRAFIA

LOJA

SHOWS

O Chakal está se preparando para apresentação em várias cidades pelo Brasil. Aguarde!

BIO

Designer gráfico, graduado pelo Centro Universitário UNA de Belo Horizonte e hoje atua como Fotógrafo, Designer Gráfico, Escritor e Músico Freelancer.

Minha trajetória nas artes começou em Belo Horizonte no ano de 1986 quando conheci as bandas Iron Maiden e Kiss. Um ano mais tarde entrei de verdade na música e comecei a aprender a tocar guitarra.

Em 1992 ingressei na minha primeira banda, o Mortthrash. Faziamos death metal técnico no estilo das bandas américanas Death, Atheist e Sadus. Essa foi minha entrada no underground mineiro que já era muito forte, com nomes como Sepultura, Sarcófago, Chakal entre muitas outras.

No ano de 1993 por indicação de um amigo conheci a banda Spittle. Continuei no death metal mas agora mais visceral, influenciado por bandas como Pungent Stench, Cannibal Corpse e Obituary, mesclando assim influencias diversificadas. Fizemos muitos shows, culminando com o mais legal, dentro do Teatro Francisco Nunes no parque municipal, para 1000 pessoas.

Posteriormente participei da Wrath of Norse, hoje Bulldogs, atualmente a banda voltou e está mandando muito bem!

No inicio de 1995 ingressei no “As Prophecies”, a banda que mais gostei de ter tocado. Os integrantes a banda eram bem profissionais. Com eles gravei meu primeiro registro, o Ep “Prophanum Antifona”, que foi bem comentado em revistas especializadas e pela galera do movimento metal do Brasil.

Passei por diversas bandas de Beagá. A que mais gostei, além de “As Prophecies”, foi o “Divine Death”, banda muito conhecida por aqui por seu Ep “Human Incarnation Sclerosis” e também por seu carismatico vocalista, Marcos Machado, o Markin! Assim também considero minha passagem por umas das mais respeitadas bandas não somente no Brasil mas fora dele, o Impurity, que estava para gravar o seu novo álbum “Satanic Metal Kingdom”. Acredito que tenha sido o segundo momento mais importante para a minha história dentro da música. Era o que queria, gostava muito da banda e consegui chegar até ela!

Passei por outras bandas como “Paradise in flames”, “Broken Spell”, “Insaned”. Gravei com o “Paradise In Flames” um EP e fizemos alguns shows pelo Brasil.

Atualmente estou com minha nova banda: “Old Audrey`s Funeral”. Metal sempre como tem que ser!

Karai, obrigado pelo espaço e espero poder contribuir muito com o Underground que tanto amo!

Fotografias por Renato Audrey

Não, ainda não temos fotos no castelo ou casa do Karai. Mas quem sabe…

Adesivo Holocausto

R$1,00

„A guerra acompanha a vida diária
Tudo em volta conspira pela sua morte
Identifique-se como um sobrevivente
Divulgue que já sabe o que querem“

– Adesivo Holocausto em vermelho, branco ou preto
– Dimensões: 15x7cm

Adesivo Witchhammer

R$1,00

Witchhammer grudado nas pessoas.
Pessoas grudadas no Witchhammer.
Essa bruxa não foi feita para ficar solta.
É pra grudar! É pra grudar! É pra grudar!
Somos feitos de pessoas!

Adesivos Logo . ex machina . A

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do . ex machina .

Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Adesivos Logo B . ex machina .

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do . ex machina .

Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Adesivos Logo Chakal

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Chakal

Vasado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Adesivos Logo Concreto

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Concreto.
Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Adesivos Logo Sepulchral Voice

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Sepulchral Voice.
Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Adesivos Logo Sextrash

R$1,00

Adesivo oficial com a logo do Sextrash.
Vazado, esse adesivo fica perfeito em superfícies externas.

Lataria de veículos, instrumentos musicais, computadores, etc.

Dimensões: 12×5,5cm
Aceitamos encomendas para tamanhos maiores

Tatuagem de parede: Motörhead No Remorse

R$10,00R$42,00

Adesivo, Tatuagem de parede, clássico do Motörhead – No Remorse.

Era, e ainda é do Karai escutar o No Remorse segurando aquela capa dupla, lendo as letras de cada música.

„Pleeeaaase don’t touch… I shaaaaake so much….“

BFK – Iscool

R$40,00

BFK – Black Feather Klan, é Stoner em sua definição mais pura. Arrasto e energia nas fuças de quem assiste!
A Black Feather é pesada!

Born to Lose

R$45,00

Homenagem ao Ian Fraser Kilmister, o Lemmy do Motörhead.

„Born to lose, live to win.“

Desenho exclusivo do Karai feito pelo artista e tatuador alemão Thomas Knittel.

Chakal – Dead Walk

R$35,00

„Infesting the world
Uncontrolled despair on the streets
All of them are in panic!
The gods never lie
On the bible is written that lazzarus lives!
The dead walk!
The dead lives-they want their places
Your dead relatives want to find you!
Welcome to the dead
We’ll have a guest tonight
The newspaper are saying
The dead walk!“

Chakal – Jason

R$35,00

Extermination

Mutilated corpses spread in everywhere
Faces covered with blood and wounds
A dagger striking without stopping
Flesh opens up and blood floods
Jason lives!
Screams echo in the vastness
His due will never be paid
His thirst will never be quenched

Jason lives-and his inhuman force shows no mercy
Jason lives-death congratulates his slave
Jason lives!!!“

História

Tudo começou em Belo Horizonte, no ano de 1986, quando os quatro amigos Casito, Paulo, Leandro e Teddy resolveram unir esforços e formar o WitchHammer. Todos tinham em comum o gosto pela música pesada e agressiva, que há pouco surgira. O país vivia uma reviravolta política e esses quatro jovens queriam dar seu recado. Interessados em propor novos caminhos para a música pesada, o Witch utilizava sua linguagem como afirmação de uma identidade não acomodada ao conservadorismo mineiro no Brasil pós ditadura.

Era hora de o WitchHammer traçar seu caminho e, durante um ano, a banda se dedicou a ensaios e alguns shows, o que foi o bastante para chamar a atenção dos headbangers de BH e da gravadora local, Cogumelo, responsável pelo lançamento de grandes bandas como Sepultura, Sarcófago, Overdose, Chakal, entre outras. Em 87 foi produzido o primeiro registro do WitchHammer: a coletânea Warfare Noise II, na qual a banda participou, a convite da Cogumelo, com as faixas “Weekend In Auschwitz” e “Degradation Process”.

No ano seguinte foi lançado o primeiro álbum da banda, intitulado The First And The Last. O processo de gravação foi rápido e precário, mas a repercussão foi satisfatória. Shows por toda parte foram surgindo e a banda conseguiu comprovar a qualidade e a força das composições contidas no álbum e na coletânea. Os comportados lares MPB começavam a ruir, em BH e no Brasil.

Em 1990 o segundo álbum foi lançado: Mirror, My Mirror. Com ótimas avaliações da crítica especializada e a aclamação do público, Mirror… se tornou obrigatório na coleção de muitos thrashers. Esse álbum ainda contou com a participação da cantora lírica Sylvia Klein, o que resultou em uma fusão de estilos inédita na época. Hoje em dia tais tendências são muito comuns e admiradas.

O terceiro álbum da banda foi aguardado com ansiedade, até que Blood On The Rocks foi lançado em 92. Este trabalho também teve uma peculiaridade: o fato de ter sido o único álbum que Paulo Caetano não gravou, pois havia se mudado para os EUA. Para substituí-lo, Arnaldo Jr., que havia sido o baixista na formação embrionária da banda, foi convidado para as gravações. Trata-se de um disco energético, que resultou em mais clássicos para os amantes do Thrash Metal. Novamente a aceitação foi ótima, e os ouvidos dos bangers satisfeitos em mais uma grande turnê da Bruxa.

Três anos se passaram até que, em 1995, o indesejável aconteceu: a banda resolve se separar, pois naquele momento os integrantes tinham propostas diferenciadas de trabalho. Durante seis anos o WitchHammer ficou inativo, mas não os ”ex”-integrantes, que se ocuparam com outros projetos musicais. Como a paixão pelo Witch era grande, em 2001 o retorno foi inevitável. Casito, Paulo e Teddy tentaram, mas dessa vez a Bruxa não pôde contar com Leandro, que alegou não ter tempo para o envolvimento que se julgava necessário. Quem passou a ocupar a função foi o guitarrista Igor “Vermelho”. Os shows aconteceram, o tempo passou, mas Igor não pôde prosseguir no projeto. No seu lugar entrou Rogério Sena, em 2005.

Rogério chegou já participando do processo de composição das músicas que fizeram parte do novo álbum da banda. Lançado em 2006, também pela Cogumelo, Ode To Death reúne técnica, fúria, boas idéias, alma e suor! O disco foi criado com maturidade, aproveitando a experiência de se utilizar conhecimento técnico e teórico a favor, e não contra. E ainda contou com participações especiais, a regravação de dois clássicos da banda (“Weekend In Auschwitz”, da coletânea Warfare Noise II, e “Dartherium”, do álbum The First and the Last) e uma homenagem ao Sagrado Inferno, saudosa banda pioneira do metal mineiro e nacional, com a música “Perseguição”. Ode To Death é a prova de que a Bruxa voltou e não está de brincadeira! O reconhecimento por parte dos fãs foi imediato.

Atualmente o grupo encontra-se na ativa, fazendo shows e está em estúdio regravando “The First and the Last” de 1988, e será lançado como “The First and the Last (and Again)” adicionando músicas novas como “Metalanguage”, “Sentimento Metálico” e “Witch”.

Video

„Somos feitos de pessoas!“

Discografia

Loja

Lyric Video

...and the Last!

Tem mais?

História

CAOS, BLASFÊMIA, ÁLCOOL E LUXÚRIA NAS GERAIS

Estes são os elementos que forjaram o Death Metal do SEXTRASH, banda seminal brasileira.

Fundado em 1987 em Belo Horizonte, na era de ouro do metal mineiro, por Oswald “Pussy Ripper” Scheid nos vocais, Damned Sentry nas guitarras e Tommy “Krueger” Simmons no baixo.  A banda contava ainda com o ex-baterista do Sarcófago D. D. Crazy (Reverenciado como um dos criadores do blast beat).  Com esta formação registrou as Demo Tapes “Rehearsal”, “Alcohol and Luxury (Live)” e “Sadistic Screams”, todas em 1988.

Em 1989 o quarteto lança o lendário 7”EP “XXX” pela gravadora francesa Maggot Records, chegando a alcançar o 5º lugar no playlist da revista inglesa Metal Forces.  Em setembro de 1990 assinam contrato com a Cogumelo Records e lançam o clássico “SEXUAL CARNAGE”.  Nessa época boa parte das bandas de BH deixaram o Death Metal simples, em busca de novas sonoridades, tornando o album de estréia referência para os ouvintes mais ávidos pela sonoridade crua e brutal do quarteto. A capa já explicitava o que seria ouvido e a temática abordada.

A banda realizou alguns shows, e aconteceram mudanças na formação, até que em 1992 apresentam ao mundo “FUNERAL SERENADE”, segundo álbum, mostrando ainda o mesmo Death Metal cru, mas apostando também em um lado mais técnico.  Ao lado de Oswald e Tommy estavam Luck Arnold na bateria, além de Marck Monthebar e Daniel Médici nas guitarras, provando que o agora quinteto continuava brutal e explosivo.  Liricamente a temática demonstra também a revolta contra a moralidade, refletindo a realidade da sociedade conservadora que nos cerca.

Em 1997 a morte trágica e prematura de Oswald em um acidente automobilístico faz com que a banda entre em um hiato. Até hoje o mundo da música extrema sente falta dos seus vocais marcantes e de sua postura polêmica e autêntica.

Em 2003 Tommy Simmons se empenha trazer o SEXTRASH de volta à vida juntamente com Marck Monthebar. Contam ainda com Doom (Ex Brutal Distortion) nos vocais e guitarra base e o baterista Quake.  Com essa formação, em 2006 lançam o terceiro álbum: “RAPE FROM HELL”, mostrando a brutalidade do passado encorpado pela experiência dos integrantes. O album, assim como seus antecessores foi bem recebido e a banda realizou vários shows pelo país.

Em 2016, a Cogumelo Records relança “FUNERAL SERENADE” no formato CD+DVD,  presenteando os fâs com o registro da lendária apresentação junto à banda Americana Morbid Angel, em 12 de Abril de 1991.

Em 2017 é anunciado Rodrigo de Carya (Lustful) nos vocais e o retorno de Luck Arnold à bateria. A banda agenda apresentações e se prepara para seu novo album.

A postura intacta desde os anos 80 está cada vez mais viva, o combustível ideal para perpetuar a proposta de continuar derramando Death Metal sobre os mais puritanos.

Video - Live @ Natal, 1991

I walk from bar to bar
Women excite me all the time
But when I touch them
They disappear, like a specter
My mind is disturbed
I don’t even know if what I see is truth or hallucination“

1990 – Delirium Tremens – Sexual Carnage

Discografia

Loja

Shows

Monsters of Metal MG

Contagem Regressiva

2017/06/10 19:00:00

Ouça!

Delirium Tremens

Azulejo Capa Holocausto Campo

R$15,00

Uma decoração com estilo único. Capa de discos que você admira, sem ter que expor a capa de seus CDs clássicos.

É um trabalho de impressão criterioso, fazendo o azulejo, que tem 15cm x 15cm, ficar ainda mais bonito do que a capa do CD.
Apoie e exponha o Metal Nacional com orgulho!

Acompanha um suporte para exposição em acrílico transparente.

Holocausto – Iscool

R$40,00

O Holocausto é um grupo de guerreiros veteranos, acostumados com a violência, o jogo sujo e as glórias da guerra. A camisa em edição especial e limitada do Holocausto celebra a existência do underground em Belo Horizonte, tantas vezes representada por essa banda clássica em todo o Brasil e no exterior.